sábado, 25 de maio de 2013

A culpa é sempre dos outros!




 




Não é só em Portugal que as referências à ideologia islamista vão sendo completamente varridas na Imprensa de cada vez que alguém é decapitado na via pública, como esta semana em Inglaterra; que os participantes de uma maratona são mandados pelos ares, como em Boston; ou que carros, escolas e esquadras de Polícia são incendiados, como na Suécia, pela sexta noite consecutiva. Os criminosos passam a ser tratados como comuns manifestantes «contra o racismo»?

Qual racismo? Como vê esta gente «racismo» onde apenas há supremacismo islamista? Na Suécia como no Médio Oriente e em todo o mundo, os radicais islamistas queixam-se e aterrorizam, vitimizam-se e aterrorizam, pregam ser pacíficos e aterrorizam. A culpa é sempre dos outros!

1 comentário:

  1. É impossível ser-se neutro no mundo actual, em constante mudança. O seu "esclarecimento", no lado direito do seu "blog" é um mero formalismo hipócrita, se se aperceber. Pois, com o seu comentário das atrocidades cometidas ultimamente pelos islamitas, adopta, objectivamente, uma posição.
    Estamos, de facto, na altura de assumir posições, pois ser-se neutral só favorece os radicalismos. Assumamos a nossa identidade cultural e defendamo-la com a mesma intransigência dos que a combatem.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.