domingo, 30 de outubro de 2016

França: "Jovens" atacam Polícia

Na sequência do post anterior:

[Vídeo] Número de "migrantes" explode em Paris


Polícia: "Agora, os jovens já vêm procurar-nos às esquadras para nos defrontarem".



Julien, agente policial em Lyon oriental, estava presente durante o ataque à Polícia, quarta-feira, em Venissieux. Questionado pela France 3 de Rhône-Alpes, disse que as emboscadas contra a Polícia em áreas sensíveis são cada vez mais recorrentes.
 "Nós fazíamos uma interpelação de rotina, e fomos cercados por dezenas de pessoas". Julien, polícia em Lyon leste há sete anos, faz parte da brigada segurança  e da brigada anti-crime que foi atacada na quarta-feira.

Na sequência de uma detenção em Minguettes, nos subúrbios de Lyon, quarenta indivíduos  atacaram a Polícia com cocktails molotov, pedras e paralelepípedos da calçada, sem terem logrado causar ferimentos."Cinco pessoas, tentaram recuperar o indivíduo detido, e tentaram fazer-nos cair no chão para assim levarem o detido", disse o polícia, citando tensões cada vez mais frequentes e mais mais violentas entre a polícia e jovens de bairros desfavorecidos.
     "Agora, atacaram-nos. Recentemente, vieram enfrentar colegas em missão de monitorização", explica ele, após o caso dos quatro polícias feridos por bombas incendiárias em Viry-Châtillon em 8 de Outubro.

Vídeo do tentativa de assassinato dos polícias:
     
"Muitas vezes acontece, em eventos como o 14 de Julho, em alguns bairros, os jovens cercarem as esquadras de Polícia para nos enfrentarem", diz o agente, que manifesta, como os seus colegas um pouco em toda a França, um "profundo mal-estar".

Quinta-feira, a Polícia reuniu-se em Lyon e Paris para expressar o seu protesto.

Vídeo do protesto(a esquerdista islamista anti-semita AFP bloqueou a reprodução dos seus vídeos no nosso blogue; assim mostram a sua face):


- Artigo do LCI via EUROPE-ISRAEL.


BREVE COMENTÁRIO
A teoria - tão cara à esquerda - de que a pobreza está na origem do terrorismo islâmico e da criminalidade, é desmentida pelos FACTOS.
Os portugueses, ainda há poucos anos, viviam em França nas famosas bidonvilles, e não andaram a matar pessoas nem a atacar a Polícia. Os judeus da Diáspora, passaram quase 2 mil anos a serem perseguidos e mortos, e não recorreram à violência.
Os políticos franceses estão a ser comprados por dinheiro islâmico (clique para link) - os franceses, os europeus, os norte-americanos (veja-se a senhora Clinton, financiada pelos terroristas islâmicos)... Não podem estar menos interessados na sorte do povo que os elegeu e das autoridades que os protegem:

O dinheiro tudo compra...

França: 2 anos de cadeia para quem criticar o Islão!

 França - Governo já aplica a Sharia

Novas Notícias da "Racaille"

Síndrome de Jihad Súbita

Etc..

E em Portugal vamos pelo mesmo caminho; todos os dias a Polícia é atacada, e nada pode fazer, sob risco de ser acusada de "violência" e "racismo":

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.